(Lançamento) Proposta Inconveniente de Patricia Cabot (Julho)

Olá a todos!

Para quem não sabe eu sou uma enorme fã da autora Meg Cabot, e no ano passado foram lançados dois livros dela com o seu pseudónimo de Patricia Cabot (a autora escreve neste pseudónimo porque são romances históricos para adultos).

Gostei muito dos livros que foram publicados em Portugal e decidi contactar o Grupo Leya para saber se tinham planos para publicar mais livros da autora. Enviei um mail no passado dia 27 e no dia seguinte recebi esta resposta:

Imagem

Por curiosidade e para vos dar mais informações enviei outro mail a perguntar se me poderiam divulgar o nome. E recebi hoje a resposta, que foi esta:

Imagem

Resumindo, em Julho será lançado “Proposta Inconveniente” da Patricia Cabot pela editora Quinta Essência.

Aqui têm a seguinte sinopse que eu traduzi:

Aventureira, franca, Payton Dixon tem dois sonhos apaixonados… Ter um veleiro e o amor de Capitão Connor Drake. Mas estes sonhos parecem estar fora do seu alcance, uma vez que o seu amado capitão está prestes a casar-se com outra, e pior, é que o seu pai traidor vai dar um navio como um presente de casamento.

Payton desencadeia um escândalo e todos os tipos de problemas. Enquanto Drake não se consegue decidir, se a quer matar ou amar.

Imagem

Estou bastante ansiosa para o lançamento deste livro!

Gostaria de agradecer ao grupo Leya por terem sido rápidos nas suas respostas e eficazes.

Até ao próximo capitulo,

Catarina

 Atualizado: O livro já tem opinião aqui no blog.

Advertisements

(TAG) Goodreads

goodreads-logo

Olá a todos! Hoje trago-vos uma TAG que vi no blog da Catarina e como eu amo e não consigo viver sem o Goodreads decidi fazer. Espero que gostem!

1. Qual o último livro que marcaste como lido?

1

2. Qual ou quais os livros que estás a ler no momento?

2

3. Qual o último livro que marcaste como “To Read”, isto é, “Para ler”?

3

4. Qual o livro que planeias ler em seguida?

4

5. Usas o sistema de estrelas para classificar os livros?

5

5 Estrelas – Amei!

4 Estrelas – Gostei muito.

3 Estrelas – Gostei.

2 Estrelas – Não gostei

1 Estrelas – Odiei.

6. Estabeleceste alguma meta de livros a ler este ano?

6

Estou a pensar em aumentar a minha meta para 80 livros.

7. Tens alguma “Wishlist”? Ou seja “Lista de Desejos”?

Não tenho nenhuma wishlist :c

8. Que livro planeias comprar em breve?

7

9. Tens alguma citação favorita?

8

10. Pertences a algum grupo no Goodreads?

Infelizmente não pertence a nenhum grupo.

Até ao próximo capitulo,

Catarina

(Opinião) “Sob o Céu que Não Existe” de Veronica Rossi

Imagem

Sinopse

O mundo mantinha-os separados, mas o destino reuniu-os. Aria viveu toda a vida no Casulo protegido de Reverie. Este era o seu mundo e nunca pensou sobre o que estaria para lá das fronteiras. Mas, quando a mãe desaparece, Aria vê-se confrontada a sair para o exterior para a procurar, e a sobrevivência no deserto o tempo suficiente para a encontrar parece impossível. Então Aria encontra um estranho chamado Perry. Ele também está à procura de alguém.

Mas é um Externo, um Selvagem, contudo é a única pessoa capaz de a manter viva na travessia do deserto. E se conseguirem sobreviver serão a esperança um do outro para encontrar respostas às perguntas que vão surgindo à medida que se vão conhecendo.

Editorial Planeta

Opinião

Eu pessoalmente gosto de ler um livro sem saber sobre o quê que este fala, ou seja, a única coisa que eu sabia sobre este livro é que era uma distopia.

Basicamente neste munda a população foi dividida em duas, existem as pessoas no Casulo e as pessoas que estão no Exterior, no entanto não sabemos a razão de ter ocorrido esta divisão.

As pessoas que vivem no Casulo são extremamente avançadas, não só tecnologicamente mas também fisicamente, já as pessoas que vivem no Exterior são bastante primitivas, ou seja, não têm qualquer tecnologia, não têm medicamentos e a para não morrerem a fome estes caçam.

Não vos posso explicar mais sobre o mundo se não seria spoiler, no entanto, fiquei com algumas duvidas sobre o mesmo, a autora fala deste mundo como o leitor já soubesse do que se trata que não é o caso, visto que este é o primeiro livro de uma trilogia.

Quanto as personagens achei que estavam bem construídas, no entanto, não consegui sentir qualquer ligação com as mesmas. Gostava que a autora tivesse contado mais sobre a história de Aria, antes dos eventos do livro.

O romance que existente no livro não me convenceu a 100%, estava a espera de mais, porém penso que no segundo livro essa parte será mais aprofundada.

Tenho que dar o benefício da dúvida a este livro, visto ser uma distopia e o primeiro da trilogia, porque é sempre complicado entrarmos logo dentro do mundo criado.

Pontuação

Imagem

Goodreads: 4.06

Até ao próximo capitulo,

Catarina

Locais e livros

Olá a todos!

Para quem não sabe eu estou a tirar hotelaria da universidade e depois de uma conversa com um professor o mesmo informou-me que as agências de viagens estavam a receber imensas reservas para Chicago devido ao filme/livro divergente.

Nunca tinha associado destinos turísticos com livros, depois de ter analisado os meus livros fiz uma lista em que mostra locais que são de interesse para visitar tendo em conta as historias dos livros.

1. Divergente, Chicago

Chicago é a cidade onde a história da trilogia divergente ocorre.

Chicago tornou-se uma sociedade dividida em cinco fações, com a criação de uma nova sociedade, a cidade quebrou a relação do lado de fora e criou as fronteiras que cercam a mesmo.

Veronica Roth, a autora, cresceu em Chicago e foi dai que tirou inspiração para escrever o seu primeiro livro.

Imagem

2. Os diários da princesa, Nova Iorque

Eu pessoalmente amava ir a Nova Iorque e autora descreve a cidade de uma forma que ficamos com vontade de ir até lá. Tal como a autora anterior a Meg Cabot também viveu durante vários anos em Nova Iorque.

A autora inspirou-se quando a sua mãe, após a morte do seu pai, começou a namorar com um dos seus professores e teve sempre uma grande fascinação por princesas. Juntou os dois tópicos e criou a Mia.

Imagem

3. A culpa é das estrelas, Indianápolis e Amesterdão

Este livro não tem só um destino mas sim dois.

Indianápolis é onde decorre maior parte da história e onde nasceu o autor, no entanto por breves momentos as personagens vão até Amesterdão onde é apresentado quando as mesmas vão de viagem e vão como sendo turistas.

Em Indianápolis temos um local que é casa.

Imagem

E em Amesterdão temos o turismo.

Imagem

4. Nómada, Arizona

As cavernas, onde se passa maior parte da ação do livro, estão localizadas no deserto nos arredores Arizona. A partir deste local que realizam tentam sobreviver da melhor forma, sabendo que têm que ter cuidado.

A autora, Stephenie Meyer, vive desde 1994 em Arizona, dai a sua inspiração para escrever o livro neste destino.

Imagem

5. Anna e o Beijo Francês, Paris

França no geral não é um destino turístico que gostaria de ir, no entanto depois de ler este livro fico com vontade de ir estudar para lá, porque quem é não quer encontrar um namorado em Paris, na cidade do amor?

Stephanie Perkins, a autora, não viveu em Paris, no entanto, segundo o website oficial, esta alugou um apartamento durante o mês de janeiro de 2010 e esta descreve como ter sido um paraíso.

Imagem

 

Até ao próximo capitulo,

Catarina

 

TBR de abril

Imagem

Olá a todos!

Finalmente é abril e isso significa que a faculdade esta acabar que por sua vez significa que vou ter todo o tempo do mundo para ler, não podia estar mais feliz!

1. Sob o Céu que Não Existe de Veronica Rossi: mais uma distopia sendo que esta toda a gente só diz coisas boas. Ainda estou no inicio do livro, no entanto não estou a achar nada demais.

Imagem

2. Uma Grandiosa e Terrível Beleza de Libba Bray: Depois de ler “Os Adivinhos” da autora tinha que ler este, para poder comprar a escrita e se de alguma forma existe alguma coerência na forma como cria os seus livros.

Imagem

3. Wait for You de J. Lynn: comecei a ler em março e a história não me cativo como estava a espera, não compreendo o porque de tanta gente gostar do livro.

Imagem

4. Twisted de Emma Chase: é o segundo livro da saga “Tangled” e visto ter amado o primeiro estou bastante curiosa para ver como a autora continuou com a história e se é tão bom como o primeiro.

Imagem

5. Die For Me de Karen Rose: o primeiro livro que leio da autora, não planeava ler nada assim tão cedo da mesma. No entanto fui convidada a fazer uma read-a-long do livro e não resisti.

Imagem

Caso queiram que eu faça alguma opinião aqui no blog por favor digam-me nos comentários.

Até ao próximo capitulo,

Catarina

Wrap Up de março

Olá a todos!

Este mês li nove livros, ou seja, andei muito ocupada durante o mês todo 😀

1. Os Céus de Montada de Nora Roberts: Gostei do livro e já tem um post de opinião.

Imagem

2. O Presente de Britney e Lynne Spears: Não estava a espera de muito do livro visto que quem escreveu tem mais talento para cantar.

Imagem

3. Paga o que deves de Nilton: Não gostei nada deste livro, achei que muitas das piadas eram más.

Imagem

4. Breathe de Abbi Glines: Outro livro que não gostei muito, achei a história muito fraca e pouco credível. Definitivamente não vou continuar com a série.

Imagem

5. Four Years Later de Monica Murphy: O último livro da série One Week Girlfriend Quartet, gostei bastante tal como os outros livros achei que era simples de se ler e extremamente viciante.

Imagem

6. Slow Burn de Nicole Christie: Nunca me senti tão confusa a ler um livro como este. Temos tantos romances a acontecerem ao mesmo tempo que não conseguimos acompanhar os mesmos.

Imagem

7. Juntos ao Luar de Nicholas Sparks: O facto de ter visto o filme deste livro acabou por estragar o fator surpresa. Não gostei nada do final, sou uma daquelas pessoas que gosta de finais “e viverem felizes para sempre”.

Imagem

8. A Criança Que Não Queria Falar de Torey L. Hayden: Gostei do livro mas não amei. Não gostei do facto da autora por o seu nome à personagem principal faz parecer que a mesma quer ser vista como a heroína da história. Também gostava que a mesma tivesse aprofundado o porque de a criança ter feito mal a outra.

Imagem

9. Os Adivinhos de Libba Bray: Este para mim foi o livro do mês e poderão saber mais sobre isso no meu post de opinião.

Imagem

Até ao próximo capitulo,

Catarina