(Opinião) O Outro Amor da Vida Dele de Dorothy Koomson

unnamed

Sinopse

Está a viver o amor com que sempre sonhou?

Libby tem uma vida perfeita com um marido maravilhoso e uma casa enorme em frente à praia. Mas, aos poucos, começa a duvidar do amor de Jack e não acredita que ele tenha realmente superado a morte da primeira mulher, Eve.

Quando o destino interfere na relação de ambos, Libby sente necessidade de conhecer melhor o homem com quem se casou e a aparentemente perfeita Eve.

A jovem esposa descobre algumas verdades assustadoras sobre aquela família. Com receio das consequências, Libby começa a desconfiar que também ela terá o destino da primeira mulher que Jack amou…

Pode um novo amor apagar uma grande paixão?

Porto Editora

Opinião

Finalmente li um livro desta autora, passado tanto tempo a ouvir falar da mesma e de a ter conhecido li o meu primeiro livro dela.

Tinha expetativas muito altas acerca do livro e este por sua vez não me desiludiu.

Quando comecei a ler pensei que seria um romance tipo Nicholas Sparks no entanto não é. Temos romance? Sim claro que sim. No entanto não é o foco da história. Para mim é um livro de mistério.

Tal como podemos ver pela sinopse fala-nos de um casamento aparentemente perfeito, no entanto não é devido a uma ex-mulher que morreu em circunstâncias um pouco estranhas.

Tenho a dizer que antes de ler o livro pensei:

  1. O marido matou a primeira mulher;
  2. Ou a primeira mulher esta viva.

Não vos vou dizer se é isso que acontece, afinal de contas não gosto de dar spoilers, o que vos posso dizer é que a história em si é muito sinistra e dramática do que estava a espera.

Não achei que a escrita da autora fosse fabulosa mas também não foi horrível, sendo o meu primeiro livro dela vou dar o benefício da dúvida.

Já tinha referido que este livro não tem uma história de romance muito predominante por isso não posso culpar a autora quando a mesma deixou esta para terceiro plano. Sendo assim é um romance dramático não o centro da história.

Quando as personagens:

  • Libby e Jack: não criei muita ligação com as personagens. Senti que por vezes a Libby era muito insegura e Jack muito ingénuo.
  • Eve: definitivamente a minha personagem preferida, não a consigo a descrever sem dar spoilers a história, lamento.

Falemos então da parte que não gostei, o final. Foi muito apressado, este livro precisava pelo menos de mais umas 50 páginas.

É um livro muito bom.

Pontuação

4

Goodreads: 4.01

Até ao próximo capítulo,

Catarina

Advertisements