Wrap Up de fevereiro

Imagem

Olá a todos!

Hoje vou contar-vos o que estive a ler este mês 😀

Espero que o vosso mês tenha sido melhor em termos de leitura do que o meu, infelizmente não tive tanto tempo para ler como gostaria, a faculdade pediu muita atenção e acabei por falhar o meu TBR.

No entanto consegui ler três livros e estou a meio que outros dois.

1. Control de Lydia Kang: Infelizmente não gostei muito desta distopia, para saberem as razões podem ir ver o meu post de opinião.

Imagem

2. Back to You de Priscilla Glenn: um livre simples e leve para ler, felizmente superou as minhas expetativas. Gostei especialmente da forma como a autora escolheu para contar a história, alternando entre o passado e o presente.

Imagem

3. Sangue Final de Charlaine Harris: li este livro já sabendo o final da saga, porém achei bastante interessante como aconteceu. Depois de tantos livros e de tanto tempo que fiquei a espera para saber o final desiludiu-me.

Imagem

Até ao próximo capitulo,

Catarina

Advertisements

(Opinião) “Control” de Lydia Kang

Imagem

Sinopse

Quando um acidente mata seu pai Zel sabe que precisa de proteger a sua irmã, Dyl. Mas antes de Zel ter um plano, Dyl é raptada por estranhos usando armas sensoriais bizarras e Zel encontra-se numa casa segura para adolescentes que não são como outros. Estes adolescentes não deveriam de existir.
Usando tecnologia, os seus novos amigos e sua própria coragem, Zel deve encontrar uma maneira de obter a sua irmã de volta dos sequestradores que pensam que um poderoso segredo é codificada no DNA da Dyl.
A história romântica em 2150, sobre um mundo em que existe de carros automáticos, casas noturnas com drogas ecstasy auditivos, e os indivíduos com quatro braços.

Opinião

Depois do Jesse The Reader ter organizado uma read-a-long para este livro fiquei em pulgas para o ler, pois tal como poderão ver este livro é uma distopia e nos últimos tempos tenho gostado bastante de ler livros sobre mundos alternativos ao nosso.

Quando comecei a ler este livro tinha altas expetativas e fiquei desiludida. Não achei que o mundo fosse nada de novo.

A escritora quando inicia o mundo não explica os seus componentes e o que faz de tão diferente do nosso, infelizmente somos nós como leitores que temos que descobrir por nós próprios o que é por exemplo um “holo” (espécie de telefone/televisão).

Quanto as personagens, estas não foram bens construídas e a personagem principal irritou-me bastante devido a sua falta de capacidade de entender as coisas à primeira.

Por último o romance, não gosto que os autores façam coisas do género “eles olharam um para o outro e apaixonaram-se”, por isso não gostei na parte do romance.

Pontuação

Imagem

Goodreads: 3.84

Até ao próximo capitulo,

Catarina